A Revolução Portugueza: O 31 de Janeiro (Porto 1891) Author: Jorge de Abreu

 A Revolução Portugueza: O 31 de Janeiro (Porto 1891)  Author: Jorge de Abreu




INDICE
Pag.
Palavras de um soldado 3
Capitulo I— O movimento de 31 de Janeiro filia-se no «ultimatum» de 1890 7
» II— O primeiro rebate do conflicto diplomatico anglo-portuguez 14
» III— Serpa Pinto, á frente de 6.000 homens, derrota os makololos revoltados 20
» IV— O governo progressista cede ante as exigencias da Grã-Bretanha 27
» V— O protesto contra o «ultimatum» echoa de norte a sul do paiz 34
» VI— Serpa Pinto, heroe africano, perde o prestigio 40
» VII— O partido republicano nasce da dispersão do reformista 48
» VIII— João Chagas abandona enojado a imprensa monarchica 54
» IX— O Dr. Alves da Veiga assume a chefia civil do movimento 62
» X— O Directorio recusa a sancção official á revolta 69
» XI— A crise ministerial dos «vinte sete dias» 75
» XII— «E as armas que nos foram entregues para defeza das instituições, voltal-as-hemos contra ellas» 82
» XIII— Vinte annos apoz a derrota 92
» XIV— A alvorada triumphante: caçadores 9 inicia o movimento 96
» XV— Proclama-se a Republica no edificio da camara Municipal 107
» XVI— O choque sangrento—A guarda municipal desbarata os revoltosos 114
» XVII— A noite negra do traidor Castro—O destino de tres officiaes 121
» XVIII— O dia seguinte ao da derrota 129
» XIX— Para as despezas da revolta bastou um conto de reis 138
» XX— Triste balanço: o das victimas da insurreição 144
» XXI— A serenidade de uns e o desalento de muitos 149
» XXII— O julgamento dos revoltosos 156
 

 

 

 

 

BIBLIOTHECA HISTORICA
(POPULAR E ILLUSTRADA)
III

A Revolução Portugueza

O 31 DE JANEIRO

 

 

 

 

VOLUMES PUBLICADOS

I—HISTORIA DA REVOLUÇÃO FRANCEZA, por F. Mignet, 1.º volume.

II—HISTORIA DA REVOLUÇÃO FRANCEZA, 2.º volume.

III—A REVOLUÇÃO PORTUGUEZA—O 31 DE JANEIRO (PORTO 1891), por Jorge d'Abreu.

NO PRÉLO

IV—A REVOLUÇÃO PORTUGUEZA—O 5 DE OUTUBRO
(LISBOA 1910), por Jorge d'Abreu.

V—A REVOLUÇÃO E A REPUBLICA HESPANHOLA (1868 A 1874), por Victor Ribeiro.{1}

 

 

 

 

BIBLIOTHECA HISTORICA
(POPULAR E ILLUSTRADA)

A Revolução
Portugueza

O 31 DE JANEIRO

(Porto 1891)

POR

JORGE D'ABREU

Logotipo do editor

1912

EDIÇÃO DA CASA ALFREDO DAVID
ENCADERNADOR
30-32, Rua Serpa Pinto, 34-36
LISBOA{2}

 

 

 

 

Composto e Impresso na Imprensa Libanio da Silva==Travessa do Falla-Só, 24—Lisboa{3}

 

 

 

 

PALAVRAS DE UM SOLDADO

ao presidente do tribunal de guerra, no acto do julgamento:

... Eu, meu senhor, não sei o que é a Republica, mas não póde deixar de ser uma cousa santa. Nunca na egreja sentí um calafrio assim. Perdí a cabeça então, como os outros todos. Todos a perdemos. Atirámos então as barretinas ao ar. Gritámos então todos:—Viva! viva, viva a Republica!...

Do «Manifesto dos Emigrados da Revolução do Porto de 31 de Janeiro de 1891.»

Os Trabalhadores do Mar  Autor: Victor Hugo  Tradutor: Machado de Assis


Publicidade
Publicidade

 
Sobre | Termos de Uso | Politica de Cookies | Politica de Privacidad

Livros, Artes, Cultura, Viagens e Tecnologia

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

voltar