+100 Livros para Baixar e Ler Grátis

30 libros clásicos gratuitos para descargar y leer. Quedarse en casa.

Libros clásicos gratuitos para descargar y leer. Quedarse en casa.

Lista de libros gratuitos, de dominio público, para descargar y leer. Libros de literatura, libros de derecho, poesía, sociología, historia y otros. El material está en formato .pdf y necesita tener un lector apropiado instalado.


  1. La Odisea Homero
  2. Dracula Bram Stocker
  3. Hamlet William Shakespeare
  4. La Divina Comedia Dante Alighieri
  5. El Arte de la Guerra Sun Tzu
  6. Don Quijote Miguel de Cervantes
  7. Barba Azul Charles Perrault
  8. Madame Bovary Gustave Flaubert
  9. La Celestina Fernando de Rojas
  10. La Ilíada Homero
  11. Otelo William Shakespeare
  12. El Mito de la Caverna Platão
  13. Frankenstein Mary Shelley
  14. Los Miserables Victor Hugo
  15. Crimen y Castigo Fedor Dostoievski
  16. Tao te King Lao Tse
  17. Utopia Thomas More
  18. Las Profecías de Nostradamus Michel Nostradamus
  19. Edipo Rey Sófocles
  20. Así Habló Zaratustra Friedrich Wilhelm Nietzsche
  21. Poética Aristóteles
  22. Antigonas Sofócles
  23. Política Aristóteles
  24. Apologia de Socrates Platon
  25. Ser Infeliz Franz Kafka
  26. Moral Aristóteles
  27. Fábulas Felix Samaniego
  28. Gorgias Platão
  29. Viaje al Centro de la Tierra Júlio Verne
  30. Kamasutra Mallanâga Vâtsyâyana
Publicidade

En tiempos de confinamiento y cuarentena debido a la pandemia de coronavirus Covid-19, sugerimos algunos libros para leer. Son libros de dominio público que puede leer y descargar de forma gratuita leer en casa. Quedarse en casa.

No pases demasiado tiempo mirando las noticias o en las redes sociales. Las noticias enfatizan la rápida propagación del brote y la falta de tratamiento efectivo y alimentan la ansiedad y te hacen sentir impotente. Vea solo lo esencial para obtener información.

Veja também+100 Livros para Baixar e Ler Grátis



30 libros clásicos gratuitos para descargar y leer. Quedarse en casa.

Lector auténtico es alguien que lee por voluntad propia, porque sabe que leyendo puede encontrar respuestasma sus necesidades de información, de  capacitación, de formación, y también por el puro gusto, por el puro placer de leer.





Para Ler na Quarentena: 3 Clássicos de William Shakespeare para Baixar

Para Ler na Quarentena: 3 Clássicos de William Shakespeare para Baixar



  1. Macbeth William Shakespeare
  2. Hamlet William Shakespeare
  3. O Mercador de Veneza William Shakespeare

Em tempos de quarentena, confinamento e distanciamento social essas são algumas sugestões para ler online ou baixar.

William Shakespeare viveu durante o período renascentista, nasceu em abril de 1564, em Stratford, perto de Londres. 

O pai de William Shakespeare era um negociante de lã, era um sólido cidadão de classe média. 

O jovem William frequentou a escola de gramática local, onde aprendeu latim e os escritores clássicos. 

Quando ele tinha apenas dezoito anos, casou-se com Annie Hathaway. Anne deu a ele três filhos. 

Durante o período da peste bubônica, ele escreveu sonetos, poesia lírica e peças particulares para seus amigos aristocráticos, e obteve apoio de um jovem nobre, o conde de Southampton. 

Para Ler na Quarentena: 3 Clássicos de William Shakespeare para Baixar


Shakespeare tornou-se o principal dramaturgo da companhia de atuação mais popular de Londres


Suas muitas peças famosas incluem as tragédias:
"Romeu e Julieta", "Hamlet", "Macbeth", "Otelo", "Júlio César" e "O Mercador de Veneza";
as comédias:
"Sonho de uma noite de verão", "Noite de Reis" e "Como você gosta"
e as peças históricas:
"Richard III" e "Henry V".



Quarantine, Isolation or Social Distancing? What to do?

To Stop Coronavirus In Its Tracks, Here’s Your Guide To 5 Degrees Of Separation

As the number of coronavirus cases grows in the U.S., we’re hearing a lot about how social distancing, self-monitoring and even quarantine play into containment efforts.
But what do those terms mean and when do they apply?
We asked experts and found out there is some overlap and lots of confusion.
Here’s a quick guide for what you need to know.

Q: Why is all this happening?
In the U.S., testing got off to a slow start, limiting efforts to isolate those with the disease. Public health experts now say the most important goal is to slow the spread of the coronavirus so that the number of people who require medical attention doesn’t overwhelm hospitals.
If evidence holds from experiences to date in countries further along in the outbreak, most people who contract this virus will have mild cases. Still, the data from abroad indicates that 10% to 20% could end up in a more serious condition. That means if tens of millions of Americans come down with COVID-19, potentially hundreds of thousands may need hospital care.
No one wants that to happen.
“That could stress the health system. We’re trying to avoid becoming like Italy,” said Joshua Sharfstein, vice dean for Public Health Practice and Community Engagement at the Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health in Baltimore.
In Italy, the number of cases rapidly skyrocketed from a handful a few weeks ago to nearly 28,000 cases and more than 2,100 deaths as of Monday afternoon. The rapid escalation may be partly attributed to aggressive testing, but hospitals in the northern part of the country are running out of ICU beds.
See too:  Neanderthals' sex life told by their bones

Q: What is the difference between self-quarantining and self-monitoring?
There’s a bit of overlap, say experts.
Both strategies aim to keep people who have been exposed, or might have been exposed, away from others as much as possible for a period. That has generally meant 14 days, considered the incubation period of COVID-19, although symptoms can appear within a few days of exposure.
Self-monitoring might include regularly checking temperature and watching for signs of a respiratory illness, such as fever, cough or shortness of breath, according to the Centers for Disease Control and Prevention. It also involves limiting interaction with others.
Say, you attended a large conference where someone was later found to be positive for the coronavirus, even if you were not in close contact with that person. “The person speaking at the podium was later diagnosed and you were in the audience ― you’re not considered at risk. Those people may want to strictly self-monitor,” said Dr. Marcus Plescia, chief medical officer for the Association of State and Territorial Health Officials.
“But if you had a long conversation [with that person] or that person coughed or sneezed on you, that’s different,” he added. You “would then self-quarantine.”
Self-quarantine is a step up from self-monitoring because the person at risk of infection — even though they still don’t have symptoms ― had a higher chance of exposure.
Canadian Prime Minister Justin Trudeau, for example, is self-quarantining because his wife tested positive for the virus after returning from a trip to Great Britain.
Quarantining means staying home and away from other people as much as possible for that 14-day period. People in this circumstance who don’t live alone should do their best to retreat to their room or find a separate area in their home, and don’t go out shopping, eating or socializing.
“Don’t sleep in the same bedroom [with other family members] and try to use a separate toilet, if you can,” said Dr. Georges Benjamin, executive director of the American Public Health Association. “Be careful with dishes. They should go right from you into the dishwasher.”
If you are under a self-quarantine because of possible exposure, then develop a fever, cough or shortness of breath, call your doctor, local hospital or public health department to find out what to do. Some insurers and hospitals systems have online or phone assessment programs. For mild cases, physicians may direct you to stay home and treat your symptoms with over-the-counter fever reducers and other treatments. Those with more serious symptoms and people in higher-risk groups may be directed where to seek medical care. As test kits become more available, you may also be directed to a place where you can get one.
Quarantine, Isolation or Social Distancing? What to do?

Q: What does isolation mean?
A diagnosis of COVID-19 triggers isolation.
“Isolation is when you are sick, either at home or in the hospital,” said Benjamin. “Infectious disease precautions are then much more rigid than in self-quarantine.”
Medical staff, for example, wear gear that is more protective. In addition, the person in isolation would be asked to wear a mask when leaving their room or traveling from home to a medical facility —to try to prevent spreading droplets that might contain the virus.

Q: What is a quarantine?
This is when ― under state or federal law — individuals or groups are essentially on lockdown. Recent examples include passengers from cruise ships where passengers fell ill with COVID-19 and were then required to stay at military bases for 14 days to see if they developed the disease.
The U.S. hasn’t closed off entire areas ― such as towns or cities — since the “Spanish flu” of 1918-19. But the federal government and the states do have the power to do so.
In New Rochelle, New York, officials have established a “containment zone,” because of a high number of COVID-19 cases in the region. School and houses of worship are closed and large gatherings barred. But it is not considered a quarantine because people can come and go.

Q: OK, I’m not sick or exposed. What else can I do? What is social distancing?
This is a broad category. It means not shaking hands, standing several feet from other people and avoiding crowds. And, most important, staying home if you feel sick.
Businesses are doing it when they ask employees to work from home or stagger work hours. Government is doing it when they close schools. We’re seeing it in the sports world, with no-spectator games or the postponement of sporting events. Museums, theaters and concert halls where large groups of people gather are closing their doors.
It means trying to find the least-crowded train car or possibly driving instead of taking mass transit.
“It’s about taking stock, how closely you interact with people in day-to-day life,” said Christopher Mores, a professor in the department of global health at the Milken Institute School of Public Health at George Washington University. “Increase distances. Cut out handshakes. The idea is to try to empower people to break the lines of transmission.”

Q: Why should I care if I don’t think I’ll get very sick?
Public health is all about the public. Individual risk may be low. And, thus, the inconvenience of some of these measures may seem high. But taking steps like these will benefit the population as a whole, said Sharfstein.
“An individual who doesn’t get very sick might still pass the infection along to others, including parents, neighbors, people on the bus,” he noted.
Some of those people, in turn, may end up in the hospital. A surge of patients with the virus could fill beds also needed by a broad range of others, such as cancer patients, newborns or car accident victims.

“This is a condition that may not pose a threat to the individual, but a threat to the community,” warned Sharfstein.

Para ler na Quarentena: 10 Obras de José de Alencar para Baixar

10 Obras de José de Alencar para Baixar


José de Alencar


  1. Mãe José de Alencar
  2. O Demônio Familiar José de Alencar
  3. O Garatuja José de Alencar
  4. O Gaúcho José de Alencar
  5. O Rio de Janeiro - Verso e Reverso José de Alencar
  6. O Sertanejo José de Alencar
  7. O que é o Casamento? José de Alencar
  8. Os Sonhos d'Ouro José de Alencar
  9. Ubirajara José de Alencar
  10. Verso e Reverso José de Alencar

Para ler na Quarentena: 13 Obras de José de Alencar para Baixar


O que é isolamento?
O isolamento evita a propagação de uma infecção doença separando as pessoas doentes de aqueles que não são. Dura enquanto a doença é contagiosa. è o que estamos vivnedo com a Pandemia do Coronavírus Covid-19


Não gaste muito tempo assistindo as notícias ou nas mídias sociais. Notícias enfatizam a rápida disseminação do surto e a falta de tratamento eficaz e faz alimentar a ansiedade e fazer você se sentir impotente. Veja apenas o essencial para se informar.

Aproveite confinamento para colocar a sua leitura em dia. Ler na quarentena é uma opção para reler alguns livros ou conhecer novos.

Nesta postagem trouxemos algumas obras de José de Alencar.

Aproveite!

A Leviana, de Gonçalves Dias.

A Leviana, de Gonçalves Dias. Um dos poemas mais conhecidos da literatura brasileira —, o curto poema épico I-Juca-Pirama e muitos outros poemas nacionalistas e patrióticos, além de seu segundo mais conhecido poema chamado: Cancões de Exílio 


A Leviana, de Gonçalves Dias.

A Leviana



Souvent femme varie,
Bien fol est qui s'y fie.
-- Francisco I


És engraçada e formosa
Como a rosa,
Como a rosa em mês d'Abril;
És como a nuvem doirada
Deslizada,
Deslizada em céus d'anil.

Tu és vária e melindrosa,
Qual formosa
Borboleta num jardim,
Que as flores todas afaga,
E divaga
Em devaneio sem fim.

És pura, como uma estrela
Doce e bela,
Que treme incerta no mar:
Mostras nos olhos tua alma
Terna e calma,
Como a luz d'almo luar. 

Tuas formas tão donosas,
Tão airosas,
Formas da terra não são;
Pareces anjo formoso,
Vaporoso,
Vindo da etérea mansão.

Assim, beijar-te receio,
Contra o seio
Eu tremo de te apertar:
Pois me parece que um beijo
É sobejo
Para o teu corpo quebrar.

Mas não digas que és só minha!
Passa asinha
A vida, como a ventura;
Que te não vejam brincando,
E folgando
Sobre a minha sepultura.

Tal os sepulcros colora
Bela aurora
De fulgores radiante;
Tal a vaga mariposa
Brinca e pousa
Dum cadáver no semblante. 



Gonçalves Dias
Primeiros Cantos

+100 Livros para Baixar e Ler Grátis

Relação de Livros Grátis, em domínio público, para baixar e ler. Livros de literatura brasileira e estrangeira, livros de literatura infantil, livros de direito, poesias, sociologia, história e outros. O material se encontra em formato .pdf e necessita ter um leitor apropriado instalado.

Livros para Baixar Grátis

Clássicos da Literatura


O Príncipe Nicolau Maquiavel (Niccolò Machiavelli)
A Divina Comédia Dante Alighieri 

Macbeth William Shakespeare

Hamlet William Shakespeare

Édipo-Rei Sófocles

Os Lusíadas Luís Vaz de Camões
A Metamorfose Franz Kafka
O Mercador de Veneza William Shakespeare
A Carta do Descobrimento do Brasil Pero Vaz de Caminha
A Volta ao Mundo em 80 Dias Júlio Verne
Viagens de Gulliver Jonathan Swift

Don Quixote. Vol. 1 e 2 Miguel de Cervantes Saavedra
A Princesa de Babilônia François-Marie Arouet (Voltaire)

Odisséia Homero
Iliada Homero


Clássicos de Sociologia, Filosofia, Direito e Outros

Dos Delitos e das Penas Cesare Bonsana Beccaria
Do Contrato Social Jean-Jacques Rousseau
Utopia Thomas Morus
Da tentativa Fernando Puglia
Manifesto Comunista Friedrich Engels
O Anticristo Friedrich Wilhelm Nietzsche
Elogio da Loucura Erasmo de Rotterdam
Poética Aristóteles
O Sofista Platão
Fédon (a imortalidade da alma) Platão
Teeteto (o conhecimento) Platão
A Cidade do Sol Tommaso Campanella
Fenomenologia do Espírito Georg Wilhelm Friedrich Hegel
Prefácio a Carta de São Paulo aos Romanos Martinho Lutero
Alma François-Marie Arouet (Voltaire)
Via-Láctea Olavo Bilac
Crítica da Filosofia do Direito de Hegel Karl Marx
O Capital - Parte III - Capítulo 7: Processo de Trabalho e Processo de Produção de Mais-Valia Karl Marx
Críton (o dever) Platão
A evolução do direito Rudof von Jhering
Política Aristóteles
Filebo (o prazer, a vida boa) Platão
Apologia de Socrates Platão
A Companhia das Índias Orientais Karl Marx
Parmênides (o uno e o múltiplo, as formas inteligíveis) Platão
Ser Infeliz Franz Kafka
Cícero Plutarco
Da República Marcus Tullius Cicero
Deus e o Estado Mikhail Bakunin
El Arte de la Guerra Sun Tzu
Pense e Enriqueça Napoleon Hill (A Chave mestra das Riquezas)
A Ideologia Alemã Karl Marx
Os delinqüentes passionais. O criminalista Impallomeni Emmanuel Lassere
Publicidade


Literatura Brasileira


Os Sertões Euclides da Cunha
Amor de Perdição Camilo Castelo Branco
O Navio Negreiro Antônio Frederico de Castro Alves
A Moreninha Joaquim Manuel de Macedo
Juca-Pirama Antônio Gonçalves Dias
Canção do Exílio Antônio Gonçalves Dias
A Viuvinha José de Alencar
A Ama-Seca Artur Azevedo
Iracema José de Alencar
Lucíola José de Alencar
Dom Casmurro Machado de Assis
A Cartomante Machado de Assis
Do Livro do Desassossego Fernando Pessoa
O Alienista Machado de Assis
O Cortiço Aluísio Azevedo
Memórias de um Sargento de Milícias Manuel Antônio de Almeida
Alma inquieta Olavo Bilac
O triste fim de Policarpo Quaresma Afonso Henriques de Lima Barreto
Cartas Chilenas Tomáz Antônio Gonzaga
Marília de Dirceu Tomáz Antônio Gonzaga
O Abolicionismo Joaquim Nabuco
A Desejada das Gentes Machado de Assis
Diário íntimo Afonso Henriques de Lima Barreto
A escravidão Joaquim Nabuco
O Ateneu Raul Pompéia
O Uraguai José Basílio da Gama
O Homem que Sabia Javanês e Outros Contos Afonso Henriques de Lima Barreto
A Carne Júlio Ribeiro
A Escrava Isaura Bernardo Guimarães
Diva José de Alencar
O Guarani José de Alencar
Senhora José de Alencar
A Capital Federal Artur Azevedo
A Igreja do Diabo Machado de Assis
A Carteira Machado de Assis
A Mão e a Luva Machado de Assis
Americanas Machado de Assis
Eu e Outras Poesias Augusto dos Anjos
Cinco Minutos José de Alencar
Como e por que sou Romancista José de Alencar
Encarnação José de Alencar
Os imortais 1859 Machado de Assis

Psicologia
A paranoia Julio de Mattos
Compendio di psicologia Wilhelm Wundt
The Interpretation of Dreams Sigmund Freud
A Young Girl's Diary Sigmund Freud
De Anima Aristóteles
Psychological Types C. G. Jung

Partituras

Educação
Base Nacional Comum Curricular (BNCC) - MEC Ministério da Educação


Governo

Políticas Públicas Conceitos e Práticas Série Políticas Públicas Volume 7 Sebrae
Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) Ministro de Estado do Meio Ambiente
Viver sem Limite – Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com deficiências
Guia dos Museus Brasileiros /Instituto Brasileiro de Museus. 


Pesquisa


Em tempos de confinamentos e quarentena por causa da Pandemia Coronavírus Covid-19 sugerimos alguns livros para leitura. São livros em domínio público você pode ler e baixar de forma gratuita. Livros para ensino fundamental, médio e ENEM.

Observação:

A fim de respeitar os direitos autorais todos os livros disponibilizados são livros em domínio público ou com licença Creative Commons. 
Não comercializamos livros neste blog.
Não nos responsabilizamos pelo conteúdo dos livros cabe ao leitor verificar a originalidade do mesmo.

Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (Ciptea) - Lei 13.977/2020


Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (Ciptea) - Lei 13.977/2020

O que é a Ciptea?

Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista

Quando foi criada a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (Ciptea)?

Foi instituída pela Lei 13.977/2020. Lei, denominada “Lei Romeo Mion”,  que altera a Lei nº 12.764, de 27 de dezembro de 2012 (Lei Berenice Piana), e a Lei nº 9.265, de 12 de fevereiro de 1996 (Lei da Gratuidade dos Atos de Cidadania), para criar a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (Ciptea), de expedição gratuita.

Como os estabelecimentos públicos e privados devem identificar a prioridade devida às pessoas com transtorno do espectro autista?

De acordo com a lei 13977/2020 os estabelecimentos públicos e privados referidos na Lei nº 10.048, de 8 de novembro de 2000, poderão valer-se da fita quebra-cabeça, símbolo mundial da conscientização do transtorno do espectro autista, para identificar a prioridade devida às pessoas com transtorno do espectro autista.” (NR)

Qual é o objetivo e para que serve da Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (Ciptea)?

Segundo a lei 13977/2020 a Ciptea foi criada com vistas a garantir atenção integral, pronto atendimento e prioridade no atendimento e no acesso aos serviços públicos e privados, em especial nas áreas de saúde, educação e assistência social.

Onde e como será expedida a Ciptea?

A Ciptea será expedida pelos órgãos responsáveis pela execução da Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, mediante requerimento, acompanhado de relatório médico, com indicação do código da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID).

Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (Ciptea) - Lei 13.9772020


Quais são as informações que a Ciptea deverá conter?

I - nome completo, filiação, local e data de nascimento, número da carteira de identidade civil, número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), tipo sanguíneo, endereço residencial completo e número de telefone do identificado;

II - fotografia no formato 3 (três) centímetros (cm) x 4 (quatro) centímetros (cm) e assinatura ou impressão digital do identificado;

III - nome completo, documento de identificação, endereço residencial, telefone e e-mail do responsável legal ou do cuidador;

IV - identificação da unidade da Federação e do órgão expedidor e assinatura do dirigente responsável.

Quando a pessoa com transtorno do espectro autista seja imigrante detentor de visto temporário ou de autorização de residência, residente fronteiriço ou solicitante de refúgio?

Diz a lei 13.977/2020 que Nos casos em que a pessoa com transtorno do espectro autista seja imigrante detentor de visto temporário ou de autorização de residência, residente fronteiriço ou solicitante de refúgio, deverá ser apresentada a Cédula de Identidade de Estrangeiro (CIE), a Carteira de Registro Nacional Migratório (CRNM) ou o Documento Provisório de Registro Nacional Migratório (DPRNM), com validade em todo o território nacional.

Qual é a validade da Ciptea?

A Ciptea terá validade de 5 (cinco) anos, devendo ser mantidos atualizados os dados cadastrais do identificado, e deverá ser revalidada com o mesmo número, de modo a permitir a contagem das pessoas com transtorno do espectro autista em todo o território nacional.


Observação
Até que seja implementado o disposto no caput deste artigo, os órgãos responsáveis pela execução da Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista deverão trabalhar em conjunto com os respectivos responsáveis pela emissão de documentos de identificação, para que sejam incluídas as necessárias informações sobre o transtorno do espectro autista no Registro Geral (RG) ou, se estrangeiro, na Carteira de Registro Nacional Migratório (CRNM) ou na Cédula de Identidade de Estrangeiro (CIE), válidos em todo o território nacional.”

Fonte: Lei 13.977/2020

.
Tecnologia do Blogger.
 

João 3 16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

voltar